[Dia 2/Desafio] Resenha - Harry Potter e a Pedra Filosofal

sexta-feira, 21 de outubro de 2011



Vamos ao terceiro livro do desafio, lido hoje no dia 2 (21/10/11) Peguem o expresso de Hogwarts e me acompanhem!


Harry Potter e a Pedra Filosofal
Autor: J.K. Rowling
Editora: Rocco
ISBN: 8532511015
Ano: 2000
Páginas: 263

Para ler ouvindo
(umas escolhas bem nada a ver aqui, mas eu JURO que li com essas músicas e que foi legal.):
The White Stripes – The Hardest Button to ButtonKings of Leon – California WaitingSmashing Pumpkins – Tonight, Tonight


Resenha:


Harry tem dez anos (quase onze) e não faz a minima idéia de quem é. É um garoto que vive no armário debaixo da escada da casa de seus tios, os Dursley. É obrigado a conviver com seu tio insuportável, sua tia negligente e seu primo, um valentão mimado de quem Harry herda todas as roupas. Cresce acreditando que não é ninguém, até o dia em que começa a receber estranhas cartas que ninguém em sua casa o deixa ler. Com a sucessão de eventos, em seu aniversário de onze anos o garoto é convidado (de forma beeem persuasiva) a ir a escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, onde finalmente conhece sua história e o que ele representa ao mundo bruxo. “O menino que sobreviveu” começa seu aprendizado e a saga do, até então, “bruxinho”.

Eu adorei ler esse livro. Sério mesmo.É como você conhecer os B-sides e musicas raras de uma banda que você gosta, é ótimo ler o livro depois de assistir o filme. Dá aquela sensação de nostalgia, como se eu tivesse voltado a idade quando ouvi falar pela primeira vez de Harry Potter. Enfim, voltemos a resenha. O que eu mais gostei no livro foram as passagens sobre coisas tão comuns na nossa vida escolar e infanto-juvenil. Ser o garoto novo na escola, descobrir quem você é e o quê é capaz, lidar com bullies, amizades novas, professores severos (os trocadilhos são meu forte, eu sei
) e tudo mais. Embora num mundo de magia, bruxaria e seres fantásticos, isso era apenas o pano de fundo para o crescer de um garoto. Essa dualidade entre garoto comum, que precisa fazer os deveres, se preocupa com as obrigações e ao mesmo tempo é o garoto que sobreviveu ao todo-poderoso Vocês-Sabem-Quem é o que dá a graça a esse livro. Ele não é um protagonista livre de tudo e acima de tudo. Também recebe punições por arranjar problemas( a Grifinória que o diga) e também sai pra comprar material escolar. Harry é gente como a gente (HAHHAHAHAHA)

É um início brilhante pra uma história igualmente fantástica, não é a toa que J.K. colhe os louros do sucesso dessa saga que marcou toda uma geração e ainda vai continuar sendo um sucesso por muito tempo, iniciando muitos na leitura. Os que não leram, corram pra ler . Espero vocês na plataforma 9 ¾ !

Francamente, mulher, você diz que é nossa mãe? Não consegue ver que sou o Jorge?
— Desculpe, Jorge, querido.
— É brincadeira, eu sou o Fred.

0 comentários:

Postar um comentário

Blog contents © The Neon Lightning 2012. Blogger Theme by Nymphont.