Sweet Sunday #2 - Sobre a odisseia de ontem e Scott Westerfeld no Brasil

domingo, 25 de novembro de 2012



...E volta a dona do blog arrependida, com as leituras atrasadas e etc e tal. Eu sei que estou entrando mais em hiatus do que as bandas que eu gosto (qualquer dia desses escrevo a vocês sobre minhas odisseias escolares que fizeram eu me ausentar daqui), mas vaaaaaamos falar de coisa boa?


Esse sábado agora eu fui pra sessão de autógrafos do Scott Westerfeld  e da Justine Larbalestier na Livraria Cultura da Av. Paulista. Vivi uma pequena ilíada pra conseguir chegar lá, e dessa parte basta dizer que esperei minha amiga no metrô durante aproximadamente duas horas, inclusive recebendo reprimenda do guardinha porque não podia ficar sentada no chão do metrô. Vendo pelo lado bom, nesse período eu quebrei meu jejum literário e li metade de Midnighters . Assim que me liberarem de meus afazeres escolares eu quero terminar o livro, que pra variar conseguiu me cativar assim como os outros livros do Scott.


Algumas ligações a cobrar e mais uma série de encontros e desencontros, consegui me encontrar com a Maiary e marcamos com mais uma amiga nossa de nos encontrarmos todas na Cultura.  Deu tudo certo. Nem eu sei como. Chegando lá, a fila de autógrafos estava quilométrica. O negócio tava tão enorme que assustou muita gente que estava na livraria, e eu tive meu momento “posso ajudar?” umas duas ou três vezes que me pararam pra perguntar se aquilo era a fila do caixa [!!!], hahaha. Após mais alguns momentos de balbúrdia e algazarra na fila, tivemos nosso momento tietes com o Scott.

(eu e meu cabelo desbotado na fila, portando o meu Midnighters comprado na Bienal do Livro)


A Maiary tratou de me empurrar pra ir primeiro falar com ele, e eu como toda fangirl boba estava nervosa e gelada, muito mesmo. Alguns meses atrás, quando ainda nem sabíamos da futura passagem dele pelas terras tupiniquins, eu comentei com ela que se ele viesse ao Brasil eu ia querer tirar uma foto dos sapatos dele numa referência ao livro “Tão Ontem”, onde o caçador de tendências Hunter pede a Jen, uma Inovadora, pra tirar uma foto dos cadarços diferentes dela. Eu que sempre tive um pouco desse espírito de Inovadora, além de outras coisas já modificava meus cadarços também e já fui parada por alguns coolhunters durante a vida, me identifiquei com o livro e queria fazer essa referência. Portando a câmera dela, coragem e com o inglês em dia, entreguei o livro pra ele autografar e pedi a foto.


“Can I take a picture of your shoes?”
“Sure...of my shoes?” Ele me olhou com uma cara muito surpresa, deve ter sido no mínimo o pedido mais inusitado que ele recebeu no dia.

“Yeah, your shoes...like in So Yesterday!”
Ele riu quando eu falei isso, depois da surpresa inicial ele pegou a referência.
“Okay, but no shoelaces unfortunately...”
“Oh, not a problem.”

                           
Sapatos do Scott

 Logo após esse diálogo, eu já estava amaldiçoando o fato de estar transparecendo meu fangirl-ism no meu inglês provavelmente mal pronunciado (tenho problemas em falar inglês com gente que tem inglês como primeira língua, puro nervosismo bobo) e já não conseguia parar de sorrir, enquanto ele terminava de autografar meu livro. Segue o diálogo.

“Hey, I got inspired by your book and created my shoelace style, look, it’s a star.”
Dei uma acertada na minha polaina e mostrei pra ele a estrela que tinha feito do lado do sapato, com meu cadarço.


“Oh, that’s cool! Can I take a picture of your shoes?”
“Sure!”

(foto que o Scott tirou do meu sapato, reparem no cadarço do lado, é uma estela)

Eu estava tremendo demaaaais (vida maldita). Pronto, alguém por favor me enterre. Scott Westerfeld está tirando uma foto do meu sapato.
 Assim que ele tirou a foto com o celular dele,  ele me perguntou se eu estava no twitter e se tinha falado sobre ele recentemente. Disse que ia mandar um tweet pra ele hoje, e que meu twitter era neonballroom_, como o CD do Silverchair.


“Silverchair? Cool!”


Pode ressuscitar pra morrer de novo? Era meio óbvio que ele conhecia a banda porque mora em Sydney boa parte do tempo, mas alguma coisa no meu cérebro entrou em curto quando escutei ele falar o nome da minha banda favorita. Despedida, nice to meet you, aquele “obrigada” com sotaque, um aperto de mão, uma foto oficial (Se a foto saiu boa, quando liberarem dou update aqui e posto. Mas aviso que provavelmente vocês nunca vão ver essa foto). [PS: o update foi feito e está no fim do post]


Na fila mesmo eu recebi um bloquinho e dois marcadores de página (que eu usei pra marcar onde tinha parado em Midnighters, porque estava marcando a página com um cartão de loja já que tinha sido pega desprevenida e não sabia que iria lê-lo). O bloquinho tem os nomes do Scott e da Justine e é lindo. Na hora a coragem e a cara de pau cresceram dentro do meu ser, olhei pro bloquinho e como já estava lá mesmo, fui pro lado da Justine e disse pra ela que infelizmente não tinha o livro dela e perguntei se ela poderia assinar no bloquinho. Ela me olhou, sorriu, disse que sim e perguntou meu nome. Eu, pensando em facilitar a vida dela, falei com a pronúncia em inglês mesmo. Ela parou um pouquinho e falou “Sarah” como em português mesmo e... amoooor ♥.



Troquei mais algumas palavrinhas com ela, tiramos uma foto e ela falou algumas coisinhas em português, uma fofa. Gente, ela é linda. Mesmo. Muito. Juro que fiquei desconcertada com os dois de tão lindos e simpáticos que eles são. Sobre esse casal: I WILL GO DOWN WITH THIS SHIP.  Saí de lá e esperei minhas amigas, peguei um copo d'água que o garçom estava servindo e bebi o negócio de uma vez só, haha.
(autógrafos dos dois, o da Justine no bloquinho e do Scott no livro. Meu One Ring e unha de nebula/galáxia fazendo figuração)

Saindo da livraria (em estado de graça e mais gelada que mármore, inclusive) fui parada por dois coolhunters que pediram pra tirar uma foto minha, disseram que eu estava linda e muito japonesa, bem no dia em que eu decidi ressuscitar três peças japonesas do meu guarda-roupa (o laço, a saia que estava usando e uma pulseira). Me senti dentro de Tão Ontem, juro.


Daí vocês acham que minhas aventuras acabaram, né?  SÓ QUE NÃO, ainda tem o bônus.  Chegando em casa, após uma noite de pizza, vinho branco e bolo pra comemorar o aniversário da minha mãe (que é hoje na verdade, inclusive vos escrevo ainda comendo bolo), mandei o tweet que o Scott me pediu. Um tempo depois ele começou a responder os fãs que estavam lá, e respondeu o meu. Segue tweet.


“You were the coolest in the room” Dá pra morrer quantas vezes em um dia só, mesmo? 
Mandei mais alguns tweets pra ele, ele respondeu e mandou minha foto. Mandei um tweet pra Justine (LINDA!) e ela agradeceu também e assim acaba meu dia maravilhoso. O Scott e a Justine são dois lindos, über atenciosos e simpáticos, mesmo com os pedidos estranhos e cara de pau da que vos fala. A lição do dia é:  Inovadorismo, o inglês em dia e cara de pau levam vocês longe (ou ao menos fazem você ter uns momentos bem únicos e inesquecíveis). Aguardo ansiosamente os dois voltarem pra cá, daí quem sabe eu já não tenha tooodos os livros pra autografar? 
Update: fotos com a Justine e com o Scott! ♥



Blog contents © The Neon Lightning 2012. Blogger Theme by Nymphont.